Pacientes diagnosticados com psoríase muitas vezes sofrem com deficiência de alguns nutrientes no corpo, em especial vitaminas A, C, D, E, do complexo B, selênio e zinco. Ainda não se sabe exatamente porque a doença causa a redução dessas vitaminas no organismo, mas acredita-se que o metabolismo dos pacientes torne mais difícil a absorção de algumas vitaminas e minerais.

Isso porque a psoríase é uma doença autoimune, que altera o funcionamento do corpo, inclusive do metabolismo. Essas vitaminas, porém, são essenciais para os portadores da doença, pois ajudam a combater a infecção, são antioxidantes e ajudam a regular a proliferação de células. Ou seja, são vitaminas que ajudam a controlar os sintomas da psoríase, que são justamente inflamações da pele causadas pela duplicação acelerada dessas células.

A principal fonte de vitaminas no organismo é a alimentação, que deve ser saudável e variada. A cada refeição, o prato deve conter legumes e verduras frescos e de diversas cores, além de uma proteína e um carboidrato. Essa combinação garante que o corpo receberá a variedade de nutrientes, vitaminas e minerais de que precisa.

Para garantir que o corpo receba a quantidade adequada de vitamina D, por exemplo, o paciente deve consumir sardinha, salmão, ostra e camarão. Estes peixes e frutos do mar são riscos em vitamina D, também encontrada no leite e derivados, no fígado, no frango e na carne vermelha. Neste último caso, opte por carnes vermelhas com menos gordura. Afinal, a gordura é um dos componentes da alimentação que agravam os sintomas da psoríase.

Pesquisas indicam que 88% dos pacientes que consomem vitamina D todos os dias por seis meses têm melhoras nos sintomas da psoríase. Isso porque essa vitamina é anti-inflamatória, ajuda a controlar o sistema imunológico e a proliferação de células. Ou seja, ajuda a reduzir as placas na pele.

Mesmo com uma alimentação saudável e variada, o metabolismo pode impedir que o corpo absorva todas as vitaminas necessárias. Nesse caso, o paciente pode precisar tomar um complemento vitamínico, que deve ser receitado pelo médico.  Peça ao seu dermatologista a indicação de um endocrinologista e um nutricionista, que poderão ajudar na composição da dieta ideal e dos complementos vitamínicos para cada caso.

Lista de alimentos que ajudam quem tem psoríase (por vitamina)

vitaminasque-ajudam-a-controlar-sintomas-da-psoriase

Alimentos que possuem vitaminas que ajudam a combater a psoríase

Vitamina A: fígado, ovo, espinafre, pimentão vermelho, agrião, couve,  cenoura, manga, mamão, tomate, abóbora, damasco e batata doce. Referência: Minha Vida

Vitamina C: pimentão amarelo,  laranja, morango, mamão papaia, kiwi, melão cantalupo, suco de tomate, brócolis e manga. Referência: Tua Saúde

Vitamina D: óleo de fígado de bacalhau, óleo de salmão, ostra, peixe, leite fortificado, ovo, carnes (frango, peru, porco) e vísceras, manteiga e carne bovina. Referência: Tua Saúde

Vitamina E: óleo de gérmen de trigo, semente de girassol, óleo de girassol, avelã, amendoim, amêndoa, pistache e castanha do pará. Referência: Tua Saúde

Complexo B: ovo, leite, carne, leguminosas (ervilha e feijão), cogumelo e gérmen de trigo, brócolis, abacate, cereais integrais, grão de bico, frutas secas, tomate, cenoura, amendoim, castanha do pará, peixes (atum, salmão, truta e arenque), nozes, avelã, semente de girassol, levedo de cerveja, milho, couve-flor, banana, melão, uvas passas, gema do ovo e a cebola. Referência: Minha Vida

Selênio: castanha do pará, farinha de trigo, pão francês, frango, arroz, ovo (gema e clara), carne bovina, feijão e queijo. Referência: M de Mulher

Zinco: carne bovina, farelo de aveia, pão integral e leite integral. Referência: Bolsa de Mulher