O vinagre de maçã pode ser usado como um calmante para a pele durante as crises de psoríase. O produto não é tratamento nem oferece cura para a doença, mas ajuda a reduzir o desconforto causado pelas lesões na pele, principalmente a coceira e a irritação. Antes de aplicar o vinagre de maçã, consulte o dermatologista. Nenhum tratamento alternativo deve ser adotado sem a orientação do médico, sob o risco de piorar o quadro.

O uso do vinagre de maçã no tratamento da psoríase

Para fazer uma compressa morna, basta molhar uma toalha macia em uma mistura de água morna com vinagre de maçã. Aplique sobre a área lesionada por 30 segundos e repita o processo quantas vezes precisar. Esse método ajuda a reduzir a coceira e a irritação causados pela psoríase.

Se a região afetada pela psoríase for muito extensa, como nas costas ou as placas estejam em várias regiões do corpo, um banho de vinagre de maçã pode ajudar. Em uma banheira com água morna e coloque duas xícaras de chá de vinagre de maçã e tome um banho de imersão, sem usar sabonete ou xampu. Não é preciso se lavar depois.

O vinagre de maçã também ajuda a reduzir a queimação na pele. Nesse caso, use uma compressa fria. Coloque o vinagre na geladeira por 30 minutos, misture em proporções iguais com água gelada e depois aplique com um algodão na área que está mais sensível.  

Saiba mais: Receitas de sucos e chás que ajudam no tratamento da psoríase

Tanto a compressa fria quanto a morna podem ser aplicadas também no couro cabeludo, para acalmar a pele dessa região quando estiver lesionada. Não é necessário lavar os cabelos após a aplicação.

Nas unhas, o vinagre de maçã pode ser aplicado diretamente sem precisar ser diluído em água. A imersão ajuda a aliviar a coceira em quem tem psoríase ungueal.

Antes de usar qualquer um dos métodos acima, faça um teste alérgico. Aplique a mistura de vinagre de maçã e água em uma pequena região afetada e veja se há reação. Não devem ser usados vinagres de vinho, arroz ou álcool pois são mais ácidos e podem irritar a pele. O objetivo do vinagre de maçã é tornar o pH da pele um pouco mais ácido e com isso provocar um efeito calmante, mas o paciente deve suspender o uso se sentir queimação, ardência ou a pele mais irritada.