Stress e bem estar na psoríaseA psoríase é uma condição genética, que pode demorar muitos anos (ou até mesmo nunca) para se manifestar. Pega a maioria de surpresa, e normalmente em momentos da vida em que estamos sob algum tipo de pressão ou desequilíbrio emocional.

Sabe-se que o estresse pode tanto desencadear a doença como agravar os sintomas. Isso acontece, pois o estresse compromete o equilíbrio do organismo como um todo, dificultando os mecanismos fisiológicos que controlam o sistema imune de  trabalhar. Isso dá brecha para que a doença se manifeste.

Nem sempre isso acontece, visto que outras doenças podem ter início quando o sistema imunológico está descalibrado, como resfriados, gripes ou qualquer doença virótica. Porém, pessoas portadoras do gene da psoríase tem chances maiores de desencadear a condição.

Caso você tenha familiares com psoríase e ainda não a manifestou, ou já a manifestou e quer controla-la de qualquer forma possível, se atente às dicas:

Vale praticar alongamento regularmente para aliviar as tensões musculares, e malhar ao menos 3 vezes por semana, já que exercício físico regular ajuda você a ficar o mais longe possível desse perigo que ameaça seu bem-estar. Quando pensamos em qualidade de vida, temos de levar em conta também o controle das nossas emoções e a maneira como encaramos e lidamos com os problemas que se apresentam. Em outras palavras, precisamos aprender a controlar o nível de estresse. Neste processo, a prática de atividades físicas regulares é uma das grandes aliadas contra o estresse.

Os outros pilares do controle do estresse são uma alimentação rica em frutas, legumes e verduras; e o relaxamento muscular e mental, alcançado também pela prática de esportes, yoga e exercícios respiratórios.

Siga uma dieta equilibrada. Além de haver vários alimentos com propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, que colaboram no controle dos sintomas, uma alimentação saudável proporciona energia vital e muitos tem propriedades calmantes, que ajudam no controle do estresse.

Também é muito importante aprender a controlar a ansiedade, respeitar seus limites e lidar com os momentos difíceis, pois estarão sempre presentes. A atividade física funciona como um agente de liberação da tensão, por isso, ajuda, mas sozinha não consegue controlar o estresse. Para isso é preciso procurar o médico que identificará as fontes do problema e indicará o tratamento. Os exercícios mais indicados são os aeróbios (natação, caminhada, corrida, andar de bicicleta), somados aos que promovem relaxamento, como a ioga.