Corticoides são hormônios que cumprem importantes funções no corpo humano, como regular o metabolismo, a pressão arterial e o nível de açúcar no sangue. Em sua versão sintética, ou produzida em laboratório, essa substância trata de inflamações, alergia e problemas no sistema imunológico. Por isso, são indicados para pacientes com psoríase.

O que são corticoides e como eles auxiliam no tratamento da psoríase

Muitos medicamentos usados no tratamentos para psoríase possuem corticoides. Eles são desenvolvidos nos mais variados formatos, como cremes e comprimidos. A substância também ajuda a tratar outras doenças, por isso pode estar presente até em colírios.

Saiba mais: 7 coisas que você não sabia sobre a psoríase

Para o tratamento da psoríase, os corticoides são especialmente eficazes. Sua ação  anti-inflamatória combate as placas avermelhadas ou esbranquiçadas que surgem na pele durante os períodos de crise da doença. Como a psoríase tem origem no sistema imunológico do organismo, que ataca a pele e provoca uma reprodução acelerada dessas células, esses medicamentos agem como imunossupressores.

Dermatologistas costumam combinar o uso de corticoides com outras substâncias para tratar os sintomas da psoríase. Por exemplo, costumam ser receitados alguns medicamentos que facilitam a descamação nas áreas afetadas da pele, como o ácido acetilsalicílico.

Os corticoides mais recomendados pelos dermatologistas são os derivados de alcatrão, e vêm em formato de pomada. Por conta disso causam alguns inconvenientes como sujar a roupa de cama e possuir um odor forte. Este tipo de tratamento é geralmente utilizado para lesões localizadas, e combinado com tratamento de raios ultravioleta.

O controle da psoríase por meio do uso de corticoides deve ser acompanhado de perto por um dermatologista, uma vez que a doença recua nos primeiros dias, mas pode voltar alguns dias depois do início do tratamento. Outro efeito que pode surgir é o que os médicos chamam de taquifilaxia, ou seja, quando a doença gera uma espécie de resistência ao corticoide, por conta de seu uso contínuo. O efeito rebote também não é descartado, situação em que a lesão melhora rapidamente, mas volta logo.

Leia também: Quem tem psoríase pode ser doador de sangue?

Por conta desses e outros motivos, o uso de corticoides sempre deve ser acompanhado e prescrito pelo dermatologista para o tratamento de psoríase, pois somente ele saberá qual o melhor tipo de corticoide para cada paciente, e a posologia correta para cada estágio da doença.