A atriz e modelo britânica Cara Delevingne, de 24 anos, é uma das milhares de pacientes diagnosticadas com psoríase após crises de ansiedade e estresse.

Leia também: O que é psoríase?

Depressão, ansiedade e estresse são fatores emocionais que comprovadamente fazem surgir os sintomas da psoríase pela primeira vez, ou detonam novas crises em quem já recebeu o diagnóstico.

Leia também: O stress e o componente emocional da psoríase

Entretanto, isso não significa que o paciente irá contrair psoríase por causa do estresse. Os pacientes já têm uma predisposição genética para a doença.

Cara Delevingne - PsoriaseA jovem atriz e modelo contou, em entrevista ao jornal britânico The Times, em 2015, que por causa do estresse vivido nas passarelas começou a ter crises de psoríase. Com uma rotina massacrante de 50 desfiles a cada semana de moda, a modelo viveu uma alta carga de estresse e ansiedade. Logo surgiram os sintomas da psoríase.

Cara revelou também o preconceito que sofreu quando surgiram as manchas e escamas na pele, comuns da psoríase. “As pessoas colocavam luvas antes de me tocar, porque pensavam que era alguma coisa como lepra”, contou a modelo na entrevista.

O preconceito e o medo de contágio são comuns porque muitas pessoas não sabem que a psoríase não é contagiosa. Por isso, é tão importante a divulgação de informações corretas sobre a doença. Os pacientes com psoríase podem ter qualquer tipo de contato com todas as pessoas, sem risco para ninguém.

Na verdade, o isolamento social, afastamento de amigos e parentes é mais um fator para aumentar o estresse dos pacientes. O recomendado é que mantenham o máximo possível seu convívio social, para receber o apoio e o carinho das pessoas ao seu redor.

A vergonha do próprio corpo e das manchas causadas pela psoríase também é muito comum entre os pacientes. Cara Delevingne também passou por isso. Ela conta na entrevista que para participar de desfiles tinha que esconder as manchas na pele com maquiagem pesada.

A revelação de Cara mostra o quão perversa pode ser a indústria da moda. Uma rotina massacrante, que detona o estresse, e ainda o culto ao corpo perfeito que é impossível de ser alcançado. Ao abrir o jogo, a atriz britânica lança uma alerta para a sociedade. Ela largou as passarelas para se afastar desse mundo cruel e de dedicar exclusivamente à carreira de atriz.