Pacientes com psoríase lidam diariamente com o preconceito e a discriminação de pessoas na comunidade, no trabalho e até entre na família. O aspecto físico da doença, causado pelas placas avermelhadas e escamas brancas, podem causar repulsa em pessoas que não estão acostumadas a lidar com a enfermidade e não estão informadas sobre as suas características.

5 dicas para lidar com o preconceito contra psoríase

A única forma de diminuir a discriminação é a edução, levar informações a estas pessoas que não aprenderam ainda o valor da inclusão. Seguem aqui algumas dicas sobre como os pacientes podem lidar com o preconceito:

Leia também: Como família e amigos podem ajudar pessoas com psoríase?

1. Empodere-se: o paciente com psoríase deve buscar fortalecer a sua auto-estima. Mostre para a família, a comunidade e os amigos que você tem autonomia para viver e conviver com a doença. É importante que o paciente não se deixe abater por manifestações preconceituosas e discriminatórias.

2. Eduque os que estão à sua volta: Muitas vezes o preconceito é alimentado pela falta de informação. É importante que o paciente, assim como seus amigos e sua família, expliquem para as pessoas que a psoríase não é contagiosa e não existem motivos para o seu isolamento social. Quanto mais as pessoas tiverem consciência de que a doença não apresenta riscos a ninguém, mais se sentirão confortáveis de se aproximar e se relacionar com quem tem psoríase.

3. Crie um grupo de apoio contra o preconceito: a união faz a força. O paciente deve cercar-se de pessoas que dêem apoio emocional. Uma corrente do bem ajuda a diminuir os preconceitos e promove a inclusão de pessoas com qualquer doença ou deficiência.

4. Exija os seus direitos: um paciente com psoríase jamais pode ser removido de um avião, restaurante ou ser impedido de frequentar qualquer lugar por causa da doença. Conheça os seus direitos e exija que eles sejam cumpridos.

5. Denuncie: Manifestação de preconceito é crime. O paciente que se sentir discriminado pode denunciar o agressor à polícia.