Pacientes diagnosticados com psoríase devem ficar muito atentos à alimentação. Comidas mais pesadas e gordurosas podem desencadear as crises, com placas avermelhadas e escamações. Já alimentos saudáveis, naturais e variados ajudam no equilíbrio das funções do organismo e previnem inflamações. Veja aqui algumas dicas valiosas de alimentação para se manter saudável.

5 dicas de alimentação para pacientes com psoríase

1. Faça refeições coloridas

As cores das frutas, legumes e verduras indicam quais são as vitaminas contidas nesses alimentos. Por isso, é importante variar. O ideal é incluir pelo menos duas cores em cada refeição. Por exemplo, misture cenoura e beterraba, ou couve-flor e rúcula no mesmo prato. Se possível, procure consumir alimentos de cinco cores diferentes durante a semana. Uma sugestão mundialmente conhecida é o “5 ao dia”, ou seja, consumir ao todo cinco porções de legumes, verduras e frutas do café da manhã até o jantar.

Leia também: 10 fatos que você precisa saber sobre a psoríase

 

2. Prefira peixes e gorduras boas

Salmão, atum e sardinha são exemplos de peixes riscos em ômega 3, um grande aliado do organismo por serem antiinflamatórios naturais e ajudam a prevenir as crises de psoríase. Por isso, sempre que puder troque a carne vermelha pelos peixes. Outros óleos naturais têm a mesma função, presentes nas  como castanhas e azeites. São a chamada gordura boa.

 

3. Evite bebidas alcoólicas

O consumo excessivo de bebidas alccólicas causa desidratação no corpo, além de sobrecarregar o fígado, que tem a importante tarefa de metabolizar os nutrientes que ingerimos. O consumo moderado de álcool é permitido, como uma taça de vinho uma ou duas vezes por semana. O importante é não exagerar.

 

4. Evite alimentos gordurosos

Comidas com muita gordura estimulam as inflamações no corpo, o que pode desencadear crises de psoríase. O ideal é trocar as frituras por opções assadas e evitar carnes com muita gordura. Torresmo e a gordurinha da picanha podem ser gostosos, mas fazem muito mal.

 

5. Fuja dos enlatados e embutidos

Esses produtos processados e com muito conservante ajudam a reter toxinas no corpo, o que também deixa a porta aberta infecções e crises de psoríase.