O inverno é uma estação que exige cuidados com a pele e o couro cabeludo, especialmente para pacientes diagnosticados com psoríase. Nessa época do ano ficamos mais suscetíveis aos sintomas da doença, por causa do frio e do ressecamento. Mas alguns cuidados simples podem ser tomados para evitar as inflamações mais agudas.

5 cuidados para evitar as crises de psoríase no inverno

1. Hidratação da pele

A pele muito ressecada e com fissuras é uma porta de entrada para infecções cutâneas, o que desencadeia crises de psoríase. Use bastante hidratante, de preferência um produto sem cor e sem cheiro para evitar alergias. Escolha produtos específicos para cada região do corpo e com a textura correta para o seu tipo de pele. Existem cremes para o rosto e para as mãos, que são mais delicados, e para pés, joelhos e cotovelos, que têm a pele mais grossa.

Leia também: Existem medicamentos que desencadeiam a psoríase?

 

2. Hidratação do corpo

O consumo abundante de água é fundamental para o equilíbrio e bom funcionamento do organismo. Apesar do clima mais seco, esquecemos de ingerir líquidos no frio. Chás quentes sem cafeína são boas opções, como erva doce, camomila e hortelã.

 

3. Evite banho quente

É difícil resistir à tentação de ligar o chuveiro na temperatura máxima nesse frio, mas a água quente é um grande inimigo do corpo. Ela causa ressecamento, deixa cabelos e unhas mais frágeis. Quem tem psoríse pode ter uma crise desencadeada pelas altas temperaturas da água do banho.

 

4. Evite atritos na pele

Bucha, esponjas esfoliantes e toalhas que não são macias podem causar ressecamento e fissuras na pele e desencadear  as inflamações da psoríase. Jogue fora esses produtos, mesmo que não esteja em um período de crise. Após o banho morno, seque a pele com toalha felpuda e macia, feita de algodão. Use a toalha sem esfregar. Apenas pressione gentilmente contra a pele. Uma dica é aplicar o hidratante com a pele ligeiramente úmida. O produto espalha mais fácil e adere melhor à pele.

Saiba mais: Como o tratamento psicológico pode auxiliar no combate a psoríase

 

5. Use roupas leves e de algodão

No inverno usamos mais roupas sobrepostas e de materiais que podem agredir a pele. Evite lãs que provocam irritações e materiais sintéticos que não deixam a pele respirar. Esses materiais podem causar a proliferação de fungos, que levam a micoses e atrapalham o tratamento para psoríase.